Já é dezembro outra vez.

Já é dezembro outra vez. Lembra dos planos que você fez no começo do ano? Aqueles, que jurara que desta vez se concretizariam? Lembra da empolgação ao dizer “Agora vai”, do ânimo ao fazer uma listinha em 1º de janeiro com metas que nunca viriam a se realizar? Do novo dia amanhecendo e de toda a animação, afirmando mentalmente que você era capaz, que era forte e superaria seus próprios limites? Lembra das tentativas frustrada que trouxeram dor e tristeza? Ou das idéias que nem ao menos tivera a coragem de tentar? Atreva-se a lembrar. Recorde-se dos penosos sentimentos de fracasso que faziam você chorar baixinho toda noite, com pena de si mesma. Faça um esforço, não coloque tudo por debaixo do pano. Ao menos acreditara realmente em si mesma? Digo você poderia afirmar que jamais, em nenhum momento duvidara de sua capacidade? Você errou ao desmerecer-se, mais não fez nada a respeito. Só acenou, sim, acenou para a tormenta que te cobria de trevas. Onde estava você em meio a tudo isso? 365 dias que poderiam ser os melhores da sua vida. Quais foram suas desculpas? Em que momento pusera-se pra baixo?  Você não teve disciplina, dizia que era forte e aguentaria, mais no primeiro tropeço, resistia a levantar-se. Um novo ano está prestes a começar. O que te impulsiona pra frente? Passou da hora de fazer planos, listinhas, promessas. Esqueça o QUERER. Reinvente-se, faça acontecer, por que o tempo não para você sabe. Já é dezembro outra vez.

Mais um desvaneio noturno – Por Vyb Ebuliani

Quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s