Resenha – Antes que eu vá – Lauren Oliver

img-20170123-wa0002

Li em formato digital, por isso não coloquei em qual página se encontra as frases.

Gênero: Romance | Número de páginas: 352 | Editora: Intrínseca | Autora: Lauren Oliver
♥♥♥
Classificação : Bom

Sinopse : Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta – desde a melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, ela desvenda o mistério que envolve sua morte – e, finalmente, descobre o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.

 

Pensei em diversas maneiras para começar está resenha.
A questão é : sempre temos certeza de um amanhã e esse é o problema, você pode estar vivendo tudo isso pela última vez. E se fosse o caso, estariam satisfeitos com
o tipo de vida que tiveram ?

SAMANTHA KINGSTON (Sam) é uma jovem de 17 anos aparentemente com a vida perfeita, linda, popular, com três super amigas, Lindsay, Ally e Elody. Na escola é mais um dia normal, tirando o fato de ser  12 de fevereiro, Dia do Cupido, onde a intenção é ganhar a maior quantidade de rosas possíveis, isto reflete o quanto você é popular e querida. Para Sam e suas amigas isto não é problema, todo mundo as conhecem em Thomas Jefferson.

“Como sempre, posso sentir todo mundo nos olhando. Esse é o outro aspecto positivo sobre ser popular: não é  preciso prestar atenção a quem presta atenção em você.

Sam namora Rob, o mais popular e cobiçado da escola, eles estão prontos para dar um passo a mais em sua relação. Aquele seria o grande dia. Mas nada é como planejado, ao ir em uma festa na casa de Kent, Sam morre em um acidente de carro.Nada mais tem importância, no dia 12 de fevereiro tudo acaba. “No dia seguinte” Sam acorda com o barulho do despertador. Teria sido um sonho ? Não, esta seria a primeira das sete chances que ela teria para rever seus conceitos. Novamente era dia 12 de fevereiro.

“É quando acontece. O instante da morte é cheio de calor e som, e uma dor maior que tudo, um calor escaldante me partindo em dois, algo cauterizando, chamuscando e rasgando, e se o grito fosse uma sensação, seria esta. Depois nada”.

É um livro emotivo, Lauren desenvolve bem a escrita e nos mostra que toda ação tem uma reação. Até que ponto vale ser “notada”, se para isto outros pessoas precisam ser humilhadas? Sam é uma personagem um pouco fútil, que se importa apenas consigo mesma o que não à diferencia de suas amigas, é insegura e vive em uma bolha, onde
tudo se resume ao namorado perfeito, as melhores amigas , e a popularidade na escola.No começo do livro os personagens não são nada agradáveis, nem gentis, porém com a personagem ” revivendo o mesmo dia”, podemos criar uma perspectiva diferente em relação ao tema proposto pela autora. Conforme a leitura avança podemos conhecer quem é realmente Samantha, inclusive ela mesma.

” Sem que ninguém perceba, estendo a mão para trás e me apoio no parapeito, curtindo o ar gelado e a sensação de centenas de alfinetadas de chuva. Fechos os olhos e prometo a mim mesma que jamais me esquecerei daquele momento: do som da risada das minhas amigas, do calor de tantos corpos e do cheira de chuva.”

Um dos temas proposto no livro é Bullying e suas consequências, na época em que o livro foi lançado nos Estados Unidos[(2010), no Brasil (2012)], bullying era um assunto que viria a tona como uma bomba, foi debatido em vários países, em vários meios de comunicação e mais ainda na internet. Quem nunca sofreu bullying na escola? Quem nunca presenciou? Quem nunca praticou? Acredito que é uma história que pode ser lida e relida quantas vezes o leitor achar necessário e independentemente de quantos anos se passem, será sempre uma leitura atual. Esse foi o ponto mais marcante e positivo do história, bullying é um assunto que precisa ser debatido sim, em todos os ambientes, mais vezes que o necessário.
Acredito que Lauren poderia ter sido mais clara em relação a Sam , “reviver sete vezes o dia de sua morte”, não houve nenhum esclarecimento amplo e satisfatório, o que pode deixar o leitor um pouco confuso e desorientado. Nessa “bolha do tempo” em que Sam encontra-se presa, ela tem a oportunidade de corrigir certos erros, percebendo que nem tudo o que tinha valera a pena, que certas coisas em que nunca havia prestado atenção antes, eram importantes.

“Eis outra coisa a se lembrar: a esperança o mantém vivo. Mesmo quando você esta morto, é a unica coisa que o mantem vivo.

Não posso deixar de dizer um pouquinho sobre os personagens de Kent e Juliet. Ambos se destacaram tremendamente com suas fortes características diversificadas , que nos tocam de uma maneira simbólica. 

-Kent. – Minha voz sai cruel, maldosa e fecho os olhos por apenas um segundo, imaginando a sensação de ficar deitar com ele na escuridão total … De repente me ocorre como isso tudo é impossível, comigo e com ele. Quando abro os olhos, ele está ali parado, com uma pequena linha na testa: tão adorável e normal, o tipo de
menino que merece o tipo de menina que usa casacos de caxemira e que tem talentos para palavras cruzadas, ou toca violino, ou serve de voluntária em cozinhas de sopa. Alguém legal, normal e honesta. A dor no meu estômago se intensifica, como se alguma coisa estivesse presa ali, agarrando minhas entranhas. Eu nunca seria boa o bastante para ele.

O motivo de bom é que esperava algo a mais da leitura, entendem? O final foi o que mais gostei, esperava outra coisa e acabei me surpreendendo. Espero que tenham gostado da resenha, ficou um pouco grande, mas acredito que tenha dado ênfase aos principais pontos que gostaria de mencionar. Vale lembrar que o Filme baseado no livro, estreia aqui no Brasil dia 09 de março deste ano, e eu com certeza irei conferir. Xoxo ♥♥♥

  • Para quem não viu, segue o trailer abaixo :

Anúncios

5 comentários sobre “Resenha – Antes que eu vá – Lauren Oliver

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s