A essencialidade

Sentei-me junto as flores,
À elas pedi, que ensinassem-me a beleza da arte
em crescer.

Junto as montanhas mais altas,
curvei-me a elas,
respeitosamente desejando apenas esquecer.

Em uma noite estrelada, sussurrei para a escuridão:
Por favor não permaneça,
Por favor não permaneça,
Comigo quero apenas o essencial: as flores, as montanhas e as estrelas.

Texto Pessoal - Viviane Ebuliani
 20/02/2017

01

Anúncios

4 comentários sobre “A essencialidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s