Lançamentos – Editora Paulinas

 

Bom dia 🌹

Mais uma vez o dia amanheceu perfeito, nublado e com aquele friozinho gostoso. Perfeito para ficar lendo o dia todo e tomar uma xícara de chá ♥

Vamos começar este dia com novidades? Sim ! A Editora Paulinas parceira do blog, está com três lançamentos incríveis que vocês podem conferir abaixo. Esse final de semana é dia para ser comemorado, celebrado da maneira mais alegre e feliz possível, pois é a ressurreição de Cristo. Pretendo fazer um belo post sobre o assunto. Independentemente da sua crença ou religião, acredito que há certas coisas importantes que precisam ser lembradas pelo seu verdadeiro significado e essa é uma delas, pois então aguardem ♥

  • Cliquem na imagem para serem redirecionados à loja ♥

530824

Nos tempos modernos, muitas pessoas já passaram por momentos de depressão em que acharam que a vida não tinha mais sentido. Elas sentiram-se estagnadas, sem forças, sem esperança. Em alguns momentos a dor foi tão forte, que imaginaram não poder suportá-la. Segundo dados estatísticos da OMS, cerca de 8% da população mundial padece desse mal. No Brasil isso chega a aproximadamente 12 milhões de pessoas. A presença de alguns aspectos, relacionados a fatores físicos, comportamentais, disposição de ânimo e elaboração do pensamento, pode apontar a existência de um quadro depressivo com menor ou maior gravidade: baixa na autoestima; falta de motivação; pessimismo; ansiedade; humor depressivo; tristeza profunda; cansaço extremo; mal-estar físico, entre outros. 
Apesar de a depressão ser mais comum do que se possa imaginar, o grau de preconceito e carência de informação por parte do público em geral ainda é assustador!
Nesta obra serão esclarecidos alguns questionamentos frequentes. A depressão é de fato uma doença ou somente um estado de espírito? Existe cura? É possível superá-la e reencontrar a alegria de viver? 
O objetivo deste livro é lançar luz nessas e noutras questões, informando e orientando as pessoas sobre esse tema tão importante para a saúde e o bem-estar de todos.

530662

Falar de Maria é entrar em um mundo fascinante. Nesta obra, Eis tua Mãe, o autor convida o leitor a abrir-se ao encontro com Maria humana, humilde, simples e totalmente disponível a Deus e ao próximo. Esta atitude prepara para percorrer o caminho da Virgem de Nazaré, o qual lhe permitiu ter um final feliz na Glória, com a Santíssima Trindade. 
O texto pretende ser uma síntese, simples e dinâmica, de Mariologia, apresentando os principais dados sobre Maria na Bíblia, refletindo sobre os quatro dogmas marianos e a presença da Mãe de Deus na fé da Igreja e na piedade popular. O objetivo é disponibilizar, sinteticamente, elementos que possibilitem a todo cristão, devoto de Maria, conhecê-la melhor, para mais amar a Mãe que o Cristo nos deu.
A publicação desta obra acontece neste ano de 2017, em que, no Brasil, celebramos o Ano Nacional Mariano, e constitui-se um ótimo subsídio para aprofundar no nosso conhecimento e nosso amor à Mãe de Deus e nossa.

530565

Este livro aprofunda e atualiza o conteúdo da oração Salve Rainha, nos seus aspectos bíblico, teológico e pastoral e mostra o lugar de Maria no projeto de nossa Salvação.
O mês de maio festejado na Igreja Católica como mariano é uma excelente oportunidade de missão para a Igreja. Maria é a Mãe, que visita todas as comunidades e famílias. É um tempo oportuno para o anúncio de Jesus Cristo. 
Desde pequenos aprendemos a dizer: “Salve, Rainha, Mãe de Misericórdia”, e como é importante para a nossa espiritualidade saber que em meio a tantos sofrimentos e crises de todos os tipos, podemos contar com o olhar materno e a proximidade de uma Mãe que nos enche de esperança e renova nossa fé naquele que é o Senhor de todas as coisas e conduz a nossa vida.
Para cada dia do mês, o livro apresenta uma expressão da Salve Rainha, um texto bíblico, uma breve reflexão e uma oração.
Anúncios

Demian – Hermann Hesse

Boa tarde ♥

Trago-lhes mais uma indicação de livro, que neste caso trata-se de um clássico, eu não poderia deixa-lo de fora da lista #livrosdasemana. Eu tive a oportunidade de lê-lo ano passado. O que posso dizer de Hermann Hesse ? E-S-C-R-I-T-O-R  I-N-C-R-Í-V-E-L.

Fiquei completamente fascinada com a desenvoltura dos aspectos existenciais apresentados no livro. 

Hesse lidou com o problema e a experiência da mudança, o livro foi escrito durante a Primeira Guerra Mundial, sendo publicado um ano após o fim da mesma, 1919.

Capa Demian V3 MF

“Emil Sinclair é um jovem atormentado pela falta de respostas às suas questões sobre o mundo. Ao conhecer Max Demian, um colega de classe precoce e carismático, Sinclair se rebela contra a convenções de seu tempo e embarca em uma jornada de descobertas. Publicado originalmente em 1919, este clássico, considerado um divisor de águas na trajetória de Hermann Hesse, reflete os questionamentos do escritor alemão acerca da humana, com suas contradições e dualidades. Influenciado pelas ideias de Carl Jung, fundador da psicologia analítica, Hesse descreve o processo de busca do indivíduo pela realização interior e pelo autoconhecimento.”

O livro fala abertamente sobre diferentes pontos da vida de Sinclair introduzindo-o à maturidade, vendo o mundo com uma nova perspectiva, sendo que uma dessas é que “não há (o todo mal e o todo bom)”, é um livro enigmático, que fala sobre a entidade Abraxas, apresentando também referências bíblicas como O Sinal de Caim e Gólgota. Trata de misticismo e autoconhecimento, da busca da essência do Eu¹.

A parte de minha vida que tive de arrancar às potências sombrias ofereci-a em sacrifício aos poderes luminosos. Meu fim não era o prazer, mas a pureza; não a felicidade, mas a espiritualidade e a beleza.

O amor não era obscuro instinto animal, como a princípio o havia suposto; tampouco piedosa adoração espiritual, como a que consagrara à imagem de Beatrice. Eram ambas as coisas, ambas e muitas outras mais: era anjo e demônio, homem e mulher em um, ser e fera, sumo bem e profundo mal. Eu o desejava e temia; mas estava sempre presente, sempre acima de mim.

 

O acaso não existe. Quando alguém encontra algo de que  verdadeiramente necessita,  não  é o acaso que tal proporciona, mas a própria pessoa; seu próprio desejo e sua própria necessidade a conduzem a isso.

A maioria das pessoas vive também em sonhos, mas não nos próprios, eis aí a diferença.

O verdadeiro ofício de cada um era apenas chegar até si mesmo. Depois, podia acabar poeta ou louco, profeta ou criminoso.

“I have no right to call myself one who knows. I was one who seeks, and I still am, but I no longer seek in the stars or in books; I’m beginning to her the teachings of my blood pulsing within me. My story isn’t pleasant, it’s not sweet and harmonious like the invented stories; it tastes of folly and bewilderment, of madness and dream, like the life of all people who no longer want to lie to themselves”.

 

  • Sobre o autor :

Herman Karl Hesse (1877-1962), foi um escritor e pinto alemão,  que em 1923 se naturalizou suíço, Em 1946 recebeu o Prêmio Goethe e, passados alguns meses, o Nobel de Literatura. Nascido em uma família religiosa, Hesse realizou uma viagem à Índia em 1911 para travar um contato com a espiritualidade oriental. Suas demais obras renomadas são: Sidarta (1922); O Lobo da Estepe (1927); Narciso e Goldmund (1930);O Jogo das Contas de Vidro(1943).

Fontes e referências: 1* Wikipédia | Wikipédia | Notaterapia |

 

O Castelo de Otranto – Horace Walpole

Lembro-me da primeira vez que li este livro, há alguns anos atrás. Emprestei da biblioteca da escola, na época estava escrevendo uma história, um livro na verdade (que ainda não terminei 😦 ),e como referência pesquisei os livros mais antigos da literatura gótica, assim conheci O Castelo de Otranto de H. Walpole.

O romance foi escrito em 1764, sendo o primeiro romance da literatura gótica, tendo inspirado muitos autores como William Beckford (Vathek – 1786); Ann Radcliffe (Os mistérios de Udolfo – 1794); Matthew Gregory Lewis (The Monk – 1796); John Polidori (O Vampiro – 1819); Charles Maturin ( Melmoth the Wanderer – 1820); Robert Louis Stevenson (O Médico e o Monstro – 1886); Bram Stoker (Drácula – 1897) dentre outros.

Horace Walpole foi um aristocrata e romancista inglês, nascido em Londres em 1717. O autor foi o pioneiro que criou o termo “Serendipity” ou  Serendipidade que é ” um anglicismo que se refere às descobertas afortunadas feitas, aparentemente, por acaso”, em 1754 a partir do conto persa infantil Os três príncipes de Serendip.

otranto

Sinopse: Esta é a primeira história de terror da literatura, inspiradora de muitos autores do Romantismo, e exercendo influência decisiva nas obras de Edgar Allan Poe e Lovecraft. Por meios ilícitos, o príncipe Manfred apropria-se indevida ente de um castelo pertencente a sua família, forçando o casamento com sua sobrinha. Mas uma antiga maldição o impede de ter a posse definitiva da propriedade, pois forças sobrenaturais agem contra o destino.

01

Iustração da edição de O Castelo de Otranto de 1824 , publicado por  Limberd’s edition of the British novelists.

O livro é completamente incrível,a percepção dos detalhes faz o leitor querer continuar a leitura sem parar. O cénario é envolto de drama,mistério e romance. Walpole conseguiu me fazer rir quando era pra rir, conseguiu me assustar quando era o momento devido. Recomendo.

Fontes : Wikipédia | Wikipédia | Wikipédia | Ilustração

Longe Deste Insensato Mundo – Livro e Filme

Boa noite gente.
Eu deveria ter feito este post antes, mais por conta da correria e dando prioridades a outros assuntos acabei não fazendo. No final do ano passado, na ultima quinta-feira do ano para ser mais exata, assisti ao filme Longe deste insensato mundo ( Far from the madding crowd), adaptação do livro, do poeta e novelista inglês Thomas Hardy, lançado originalmente em 1874. O filme foi lançado no Brasil dia 25 de junho de 2015, sendo que é a quarta adaptação da história já lançada ( 1915; 1967; 1998; 2015)
Como nunca havia ouvido falar ,deste então, desta maravilhosa trama ? Esse é um aqueles momentos em há necessidade de passar informação adiante, eu me apaixonei completamente pelo filme, agora imaginem o quanto o livro deve ser espetacular.Ainda não tive a oportunidade de lê-lo, o dinheiro está curto e o livro não está muito barato, porém está na minha lista de aquisições futuras. Sem mais delongas gostaria então de apresentar-lhes a incrível história da jovem Bathsheba Everdene.

O Livro

18731239_1gg

Gênero: Romance/Drama | Páginas: 324 | Editora: PedrAzul

Sinopse : Longe Deste Insensato Mundo se passa na Inglaterra Vitoriana e narra a história de Bathsheba Everdene, uma espirituosa moça que chegou a Weatherbury como herdeira de uma vasta propriedade rural. Gabriel Oak era apaixonado pela bela, independente e enigmática Bathsheba, mas a jovem é também pretendida pelo sedutor sargento Troy e pelo respeitável agricultor de meia-idade Boldwood. Ao mesmo tempo em que os destinos destes três homens dependem da escolha de Bathsheba, ela descobre as terríveis consequências do seu coração inconstante. Um romance de paixão, com descrições da vida rural e paisagens idílicas, apresenta ao leitor uma obra-prima com extrema honestidade sobre as relações sexuais.

“Parece assustadoramente errado não aceitá-lo quando você tem tanto sentimento!’, disse ela com um pouco de angústia, olhando ao redor sem esperanças de escapar de seu dilema moral. ‘Como gostaria de não ter corrido atrás de você!’ No entanto, ela parecia encontrar um atalho para reencontrar a alegria e ajustou seu rosto para parecer brejeira. ‘Não seria possível, Mr. Oak. Quero alguém que me dome. Sou independente demais. Você nunca conseguiria, sei disso.” (p. 29)

“Oh, o fazendeiro Boldwood’, murmurou Bathsheba e olhou para ele enquanto este ia ainda mais rápido. O fazendeiro não virou a cabeça em nenhuma vez, seus olhos estavam fixos num ponto mais distante da estrada, que passou tão inconscientemente e distraidamente como se Bathsheba e seus encantos fossem o mais diluído ar.” (p. 76)

“Bathsheba amou Troy da maneira que somente as mulheres autoconfiantes amam quando abandonam sua autoconfiança. Quando uma mulher forte de forma imprudente joga fora sua força é pior do que uma mulher fraca que nunca teve força para jogar para fora. Uma fonte de sua inadequação é a novidade da ocasião. Ela nunca teve prática em fazer o melhor de tal condição. A fraqueza é duplamente fraca por ser nova.” (p. 152)

O filme

longe-deste-insensato-mundo

far_from_the_madding_crowd

drjcasp

O filme britânico de 2015 foi dirigido por Thomas Vinterberg e o roteiro ficou por conta de David Nicholls ( autor de Um dia ).

 

010748

Carrey Mulligan como Bathsheba Everdene

083339

Matthias Schoenaerts como Gabriel Oak

 

 

download1

Michael Sheen como William Boldwood

457624

Tom Sturridge como Francis Troy

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não se enganem, não se trata apenas de uma história de amor, é definitivamente muito mais que isso, apesar de ser um ponto forte,  e isso foi o que mais gostei. Ansiosa para ler o livro ♥
O que acharam ? Alguém mais assistiu ao filme ? Já ouviram falar do livro ?

 

Fontes  : Wikipédia | Pedrazul | Skoob

 

 

Livro da Semana – A Morte de Sarai

Boa noite Egos,

Resolvi criar uma categoria na qual darei dica de um livro por semana. Nessa categoria estará incluído livros que já li e que quero ler. Espero que gostem. XOXO. Esse livro eu comprei, mais ainda não li, no momento estou lendo Crepúsculo e estou amando.

OBS : Foto de minha autoria. 

 

img_20161215_205357_359000

 

Livro 1.

A história gira em torno de Sarai, que era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte. Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo. Em A morte de Sarai, primeiro volume da série Na Companhia de Assassinos, quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.

 

” Parece que há muitas coisas que eu poderia e deveria ter feito. Nunca imaginei que eu seria a garota idiota do filme de terror que entra na casa mal-assombrada ou tropeça nos próprios pés fugindo da floresta às escuras, todos achamos ridícula a idiotice dos outros, até que nós mesmos somos forçados a viver experiências traumáticas”
 

Obs: São vários livros mais até agora somente três foram publicados pela editora Suma de Letras. Li muito a respeito e várias resenhas e pelo que parece o livro é muito bom mesmo. Assim que ler, espero fazer uma resenha sobre ele. ♥