Tudo é uma questão de pender a balança?

Texto Pessoal (Escrito em 28/04/2017) - Viviane Eb.
Há exatamente dois anos atrás, ouvir falar – uma primeira vez- sobre este tema em um dos livros da saga Fallen, da autora Lauren Kate, exatamente no quarto volume Êxtase. Na ocasião, Lucinda a personagem principal precisava escolher um lado, Deus ou Lúcifer e finalmente pender a balança. Encontrei o trecho no livro, capitulo 19 página 323:

IMG_20170428_214421

Em determinadas circunstâncias a vida novamente me abordou este tema. Nunca acreditei em coincidências, porque se acreditasse implicaria que a vida seria mero acaso, mas tenho o pensamente forte pra crer que uma vida que não pode ser controlada, não merece ser vivida. Se minha vida esta alheia a mim, não tenho livre arbítrio. E se não sou livre para escolher, qual seria o motivo de minha existência? Não faria sentido.
Até poucos dias eu tinha convicção de que a tudo a minha volta era somente uma questão de pender a balança, não importando a situação. Ainda assim, algo me deixava inquieta, não conseguia me sentir confortável nesta posição. Foi ai que parei de pensar a respeito e deixei de lado está crença em particular e comecei apenas a observar. Aquietei a mente e escutei o coração. Se tudo fosse uma questão de pender a balança um homem que passou a vida cometendo atos incrédulos e alguns bondosos, seria julgado culpado sem misericórdia. É assim que a vida funciona? O lado que mais pender é o que deve se sobressair? E o resto? Nada mais seria válido? Ele teria um julgamento justo? Então porque existir clemência ou punição, num mundo onde a quantidade é mais relevante que o resto?
E presenciando o contrário? Um homem cometendo atos bondosos na maior parte e maldosos em minoria? Seria veril considera-lo digno? Justo? Inocente?
O ser humano é uma compilação de feitos, mas classificarmos bons ou maus pelos feitos frequentes seria injusto. Ou correto?
Ninguém pode ser considerado bom, só por fazer um ato bondoso, nem ser considerado mau por agir em um impulso.

Aristóteles disse: Somos o que fazemos repetidamente. Por isto o mérito não está na ação e sim no hábito.

Neste caso posso desmerecer ou acrescer a mim mesma pelos meus atos repetitivos? Se eu desse de exemplo um bandido, vocês me perguntariam: é coerente afirmar que ele não pode ser julgado pelos seus hábitos frequentes? A verdade é que não sei. Talvez sim? E se dissesse que não? Estaria me ponto em uma posição acima a ele. Então pergunto-lhes: Sou mais que ele? Sou mais que a pessoa que age contra a lei, somente por não fazer o mesmo?
 
Não esperem uma conclusão, pois estou pensando a respeito. Na verdade acho que me apresentou mais duvidas do que já tinha. Só gostaria de levantar a questão: se tudo se trata apenas de pender a balança, em que posição ficariam? 
Você: mocinho ou bandido? Culpado ou inocente? Digno ou indigno? 
Será que no final das contas estava certa em acreditar que tudo na vida é uma questão de fazer a balança pender? 
Alguém que goste de filosofia e queria debater o assunto comigo? Estou pensando em criar um grupo no Facebook para falar sobre filosofia, livros, artes. Acharia interessante. Bom, enquanto não chego a uma conclusão plausível, colocarei algumas ideias no papel até chegar ao momento em que me dê por satisfeita. 
Beijos ♥
Anúncios

Assisti ao filme Guardiões da Galáxia Vol.2 (Sem spoiler)

Boa tarde ♥

Como prometido aqui estou para falar sobre o que achei do filme. E gente que filme lindo. Prometo ser breve e ir direto ao assunto. Tenham noção que só pela trilha sonora já vale imensamente a ida ao cinema para conferir o filme. E o que estou fazendo ? Enquanto escrevo ouço a trilha sonora, sério é muito boa 😀

IMG_20170427_162045264

O filme cumpre MUITO BEM o que promete.

Bom o filme já começa com luta e música. Nesta primeira cena os guardiões: Gamora, Baby Groot, Peter (Senhor das estrelas),Drax e o Rocket estão combatendo um monstro gigante a serviço e claro o Baby Groot coloca música e começa a dançar enquanto os outros estão lutando. O filme já começa engraçado. Acho que isso é spoiler, né ? kkkkkkk Prometo será o único. A cena é muito engraçada e fofa. Ok, no filme há inimigos que se tornaram aliados e aliados que se tornam inimigos. 

Este filme é um daqueles que se você vai ao cinema procurando diversão, encontra.  É divertido, leve, espontâneo, e por mais que se passe em outros universos e tenha todo esse mundo de fantasia, ele aborda assuntos como: amor, situações mal resolvidas do passado, uma pessoa em busca de poder, entre outros. O filme é mais do que apenas diversão, ele emociona também principalmente no final, eu fiquei com lágrimas nos olhos e me segurei pra não sair do cinema chorando. 

Separei 6 tópicos importantes para vocês saberem:

    1 . O baby Groot é muito fofo

Gente que fofurice, assistam o filme e vão entender. Achei muito bom a importância e o envolvimento que o personagem tem no filme. Acrescentou muito, acreditem.

    2. Soundtrack (Trilha Sonora) está IMPECÁVEL

Melhor trilha sonora da vida. Quem lê todas as minhas opiniões sobre os filmes que vejo no cinema, sabe que sou fanática por trilhas sonoras, e essa esta maravilhosa. Amei desde a primeira música até a última. A música abaixo toca várias vezes no filme e eu claro não paro de ouvi-lá.

    3. Tem CINCO cenas PÓS-CRÉDITOS

Fiquem até o final mesmo porque são cinco cenas pós- créditos então não tenham pressa de ir embora. Vale a pena ficar ♥

     4. Você irá dar muita risada com o filme

O filme é engraçado demais, tem aquela mesma pegada do primeira, sendo coisas súteis e engraçadas. Na verdade, todo o filme tem a mesma sutileza do primeiro. Só que segundo é melhor. O Drax é o que mais nos faz rir é ele que sempre diz algo de engraçado mesmo não tentando ser engraçado. É hilário.

    5 . Efeitos especiais de qualidade

É um filme muito colorido, o visual está sensacional, os efeitos, e toda a produção está impecável. Eu não achei defeito nenhum nesta parte, bom, acho que em nenhum momento achei defeito. Repito o filme cumpre com o que promete.

    6. O vilão deste filme é mais legal do que o vilão anterior.

Gostei bastante deste vilão, não posso dar muitas informações senão será baita de um spoiler. Vejam e depois comparem os dois vilões.

Outra música que vale a pena ouvir:

Bom, espero que tenham gostado. Quando forem ver o filme digam o que achara. Beijos de luz ♥

Irei assistir Guardiões da Galáxia Vol. 2

Boa tarde gente ♥

Ebaaa, este mês não fui ver nenhum filme no cinema até agora, não havia saído nenhum de interessante antes então resolvi esperar porque sabia que iria estrear hoje Guardiões da Galaxia vol. 2. Lembro quando vi o vol.1 no cinema e eu amei.

Hoje irei ver o vol 2.  e mal posso esperar, estou meio ansiosa ♥ Bom, como já esperado assim que chegar em casa preparo o post sobre o que achei do filme e sem spoiler ♥ E mais uma vez irei ver filme sozinha, não irei deixar de ir por não ter companhia e não irei outro dia porque quero ver hoje haahaha. Sejamos mais independentes, certo? 

 Alguém mais irá ver o filme hoje ? Ou pretende ir outro dia ?

078128

Sinopse: Os Guardiões precisam lutar para manter sua recém descoberta família unida, enquanto descobrem os mistérios sobre o verdadeiro pai de Peter Quill. Antigos inimigos se tornam aliados e personagens conhecidos e amados dos quadrinhos virão ao auxílio dos heróis.

 

  • Trailer Legendado:

Compra do mês (Março)

Bom dia 💞

Bom, como eu disse havia um ultimo livro importado que demoraria para chegar, daquela compra que fiz na Saraiva no dia das mulheres (link para ver os que já haviam chegado: AQUI ) mas aqui está, chegou gente ♥ Essa é uma das leituras que eu estava mais aguardando para ler. 

Vocês já assistiram ao filme: Longe deste insensato mundo? Então esse filme é baseado neste livro, há um bom tempo atrás fiz um post sobre o mesmo e o link para você conferir e saber um pouco mais do livro e filme você achara AQUI.

O filme é maravilhoso, o livro é um clássico da literatura inglesa. Quando assisti o filme me apaixonei, por isso a insistência de comprar o livro. Vale lembrar que há a versão do livro de Thomas Hardy em português, que se chama Longe deste insensato mundo, espero um dia compra-lo, mas a minha prioridade foi e é, ler a versão original, por isto preferi compra-lo em inglês.

 

IMG_20170425_101527759

Este é o pôster do filme quem quiser saber mais sobre o mesmo confira o link AQUI

far_from_the_madding_crowd

Assisti Nosferatu (1992)

Hello ♥ Como vocês estão?

Há muitoooo tempo que eu estava com este filme em minha lista de #filmesparaassistir e o tempo passava e nada de eu assisti-lo, porém semana passada eu finalmente resolvi desligar-me de tudo e reservar um tempo para vê-lo. Quem é a louca dos vampiros levanta as mãos! 🙌 Caramba o que dizer deste filme? Muito de vocês já devem ter assistido (quem não viu, eu recomendo). Um clássico, é um clássico, simples assim! 

Nova Imagem

Vou falar um pouco sobre o filme:

Ele é em preto e branco e é um filme mudo! Sim, mas o fato de não haver falas, impede o filme de ter maravilhoso? NÃO! Adorei, simplesmente adorei, mais um na minha #toplist de filmes sobre vampiros.

O filme consegue te deixar tensa (me deixou tensa), eu confesso que ri um pouco com o modo de interpretação dos atores, sabe é bem diferente dos filmes de hoje em dia, principalmente a interação entre os personagens. É um filme completo eu não mudaria nada sobre ele, é perfeito do jeito que é.

33

  • O filme:

Nosferatu, Eine Symphonie des Grauens ou Nosferatu (BR) é um filme alemão de 1922, em cinco atos, dirigido por Friedrich Wilhelm Murnau. O roteiro é uma adaptação do romance Drácula, de Bram Stoker, embora com nomes de personagens e lugares alterados. O longa narra a história de Conde Orlok, um vampiro dos Montes Cárpatos que se apaixona perdidamente por Ellen e traz o terror à cidade dela, Wisborg. O filme é considerado um dos primeiros representantes do gênero de terror no cinema.¹ 

Obs: tem uma outra versão alemã lançada em 1979, chamada Nosferatu the Vampyre (Nosferatu: Phantom der Nacht) que ainda não vi.

Assisti ao filme pelo youtube o link é este: AQUI

❤❤❤❤❤❤

A seguir reuni alguns posteres feitos por fãs. Confiram:

 

phantom-city-creative-nosferatu

Crédito – http://phantomcitycreative.com/

Schaefer-Nosferatu1

Crédito – http://www.frightfestoriginals.com/

cox-Nosferatu-variant

Crédito – http://changethethought.bigcartel.com/

Fontes:1* Wikipédia | Créditos nas Imagens

 

 

Assisti ao filme Fragmentado (Split) – Sem Spoiler

Acredito que eu nunca tenha sido uma pessoa com paciência, não tenho mesmo é um defeito e até o momento não estou fazendo questão alguma em mudar (ou tentar mudar) além disso, outra coisa que não gosto é de esperar 😂😂😂  

Então como pensava que seria – e mencionei- fui ver o filme sozinha, adoro ver filmes na estreia ou pré-estreia (não tive paciência em esperar 🤣 ) assim não corro o risco de ler spoiler nas páginas que curto no Facebook, porque sempre tem um ou outro. 😂 

Como disse nunca havia assistido (no cinema) um filme legendado. Foi uma ótima experiência. Vejam só, eu SEMPRE assisto filmes e séries online legendado, SEMPRE MESMO, mas quando vou ao cinema sempre com alguém acabo optando pelo dublado, infelizmente minhas companhias não gostam de ver legendado, mas como eu amei esta experiência, tanto de ir ver filme sozinha quanto de assistir legendado, será algo que pretendo fazer mais vezes, sem dúvida. ♥

Vamos ao filme:

IMG_20170323_214226

O espelho não está quebrado, o cartaz é assim 🤣

“The broken are the more evolved. Rejoice yourself”

“WE ARE WHAT WE BELIEVE WE ARE”

Para vocês as frases acima não farão sentido algum mas quem ver o filme vai entender. As duas frases foram ditas por uma das personalidades (não direi qual é) de Kevin (interpretado por James McAvoy)  no finalzinho do filme e elas ficaram cravadas na minha mente. Caramba que filme.” Ual”( quem ver o filme vai entender o porque de Ual 🤣)

O filme começa no fim da festa de aniversário de uma das garotas, em seguida o pai da aniversariante insiste em levar Casey embora, oferecendo-lhe uma carona, ali no estacionamento as três meninas são sequestradas (vocês podem ver isto no trailer) e é a partir dai que a história se desenvolve.

Kevin ter um transtorno chamado TDI (Transtorno Dissociativo de Identidade) ou também chamado de Transtorno de Múltiplas Personalidades/ Dupla personalidade. Esta doença é rara mas existe e não tem cura até o momento, o tratamento usado é a psicoterapia que é abordada no filme pela Dr Karen Fletcher (interpretado por Betty Buckley). Agora imaginem uma pessoa tendo 23 personalidades diferentes e alternando-as apenas com o poder do pensamento, o filme gira ao redor do Kevin e suas múltiplas facetas e o surgimento de mais uma personalidade (THE BEAST) e a trajetória das meninas em tentar escapar.

Acho que se eu contar mais pode ser que solte spoiler, mas estejam ciente de que o filme é engraçado,é aterrorizante, é tenso, é questionante, é inteligente,é original e fala sobre a doença TDI, traumas de infância ,abuso, pedofilia, juventude, TOC e claro a importância do pensamento. Amo trilha sonoras de filmes, mas nem reparei nessa, fiquei mais focada na atuação e na diversificação de cada personalidade. 

Falando por mim, eu sou uma pessoa que quando ama de verdade, ama sem meio termos e eu adoraria assistir ao filme novamente, simplesmente adorei, na maior parte do filme fiquei com cara de WHAAAAT? E o que falar da atuação de James McAvoy? Já acompanho o trabalho dele a algum tempo e ele NASCEU para fazer este papel, sua atuação foi impecável e não consigo imaginar outro ator no papel de um amante fashionista (personalidade chamada Barry), um garoto de 9 anos (personalidade chamada Hedwig), uma mulher (personalidade chamada Patricia) e assim por diante.

O filme aborda, questões que definem “bom e mau”, Kevin é a pessoa que comanda todas as outras personalidades, sendo que ele mesmo em suas consultas com a Dr Karen informa que personalidades como Patricia, Dennis e a Fera (The Beast que é a 24º personalidade que surge), são denominada como “más”, isto é claro, até ele perder o controle e acabar sendo jogado a escanteio e outra personalidade assumir o comando. 

Não poderia encerrar sem apresentar a questão da importância do pensamento, vocês leram a frase do filme acima? “We are what we believe we are“. Bom, acredito que ela fale por si só, para ele bastava acreditar em uma coisa e ele se tornava nesta coisa (que no caso seria uma personalidade diferente), simples assim e com isto tudo mudava, sua fisionomia, sua jeito, seus traços, suas expressões, sua voz, seu modo de agir, seus pensamentos e ele se transformava em uma pessoa completamente diferente . Caramba! 😮

Já li e ouvi falar muito sobre a influência do pensamento, controle da mente, etc, com o filme (apesar de ser ficção), acredito mais ainda que nada acontece por acaso e que é tudo uma questão de controle, ter os pensamentos certos e acreditar.

 Shyamalan foi mais um diretor que trouxe este assunto TDI para as telonas, um exemplo de filme com este tema é Identidade (2003) dirigido por James Mangold , nos livros um bom exemplo é O Médico e O Monstro (1941) de Robert Louis Stevenson. 

O final do filme não foi um dos melhores, mas acredito que tenha complementado toda a história, como afirmei o veria novamente e adorei. É como sempre digo: Assistam e tirem suas proprias conclusões! XOXO.

 

 

Primeiro poster da adaptação Tudo e todas as Coisas (Everything, Everything)

Finalmente saiu o primeiro pôster da adaptação de Tudo e Todas as Coisas (Everything, Everything) de Nicola Yoon.

O post completinho sobre o filme e livro, vocês podem conferir AQUI. Acreditam que ainda não consegui comprar o livro, pois é, está caro de mais e agora aumentou mais ainda por conta do filme. Toda vez que vejo alguma foto do ator Nick Robinson (este de baixo), lembro-me do filme A Quinta Onda (como amo esse filme). 

Achei lindo demais o pôster, mal posso esperar para ver o filme – e claro, ler o livro ♥ 

EVERYTHING-EVERYTHING-POSTER